Dicas Educação

Bolsas de estudo para faculdade: é possível para todos os cursos

Bolsas de estudo para faculdade: é possível para todos os cursos

Conquistar uma vaga na universidade é um desafio. Muitos jovens estudam muito para conquistar boas notas e a sonhada vaga na faculdade. Só que nem sempre o estudo é o suficiente para manter os estudos em uma universidade particular. É muito comum que o valor de uma universidade não se encaixe no orçamento das famílias. Essa situação ainda se agrava em épocas de crise. Uma alternativa para conquistar uma vaga é procurar por Bolsas de estudo para faculdade

A maioria das universidades particulares brasileiras estão abertas à ceder bolsas de estudos para novos estudantes, sejam através de incentivos governamentais, como é o FIES e o Prouni. Mas, é possível conseguir bolsas de estudos de outras maneiras.

Apesar de parecer, as bolsas de estudo não estão abertas apenas a determinados cursos, mais ou menos concorridos. Conhecendo a instituição de interesse e estudando as oportunidades, você pode conseguir uma vaga nas mais diversas áreas de conhecimento.

As bolsas de estudo na faculdade podem ser parciais ou totais. Bolsas, são uma espécie de “desconto” na mensalidade. Quando parcialmente concedida, o estudante paga com o desconto ofertado. Quando a bolsa é integralmente oferecida para o aluno ele pode frequentar o curso sem ter de fazer pagamentos de mensalidade.

As bolsas, portanto, são diferentes do financiamento estudantil. Neste caso, não existe bolsa, mas um auxílio para que o estudante possa cursar a universidade e pagar pelos estudos depois. Uma espécie de empréstimo especial para o estudante, com um prazo previamente estabelecido e juros mais baixos que os do banco, por exemplo. Esse sistema normalmente se dá através do FIES, mas é possível planejá-lo de outras formas, inclusive através de empréstimos bancários.

Após surgir, o Prouni e Fies facilitaram a vida dos estudantes que tentam entrar em uma universidade particular. Os dois sistemas integram universidades por todo Brasil e selecionam candidatos através do Enem, não exigindo que o estudante precise organizar diferentes documentos para se aplicar em diferentes universidades. Mas, também é possível tentar uma bolsa de estudo de outras formas, sem o uso desses programas e, às vezes, sem o uso da própria nota no Enem. Separamos para você algumas opções de como conseguir a tão desejada bolsa de estudos:

Como conquistar uma bolsa de estudo sem o Prouni 

Diretamente com as Universidades

Sim, você já sabe que pode conseguir uma bolsa de faculdade particular usando a nota do enem através do Prouni ou Fies. Mas existe também a possibilidade de conquistar uma bolsa com universidades particulares entrando em contato direto com a instituição. 

Muitas universidades possuem bolsas destinadas aos estudantes que tentam o processo seletivo diretamente com eles. As bolsas costumam priorizar alunos de baixa renda e alunos com bom desempenho acadêmico. Para o processo de seleção de bolsistas as universidades costumam solicitar informações sobre seu histórico escolar ou a nota do Enem para analisar a possibilidade de bolsas. 

Quase sempre esse tipo bolsas costumam ser parciais, mas bolsas integrais não são impossíveis. Também existe a possibilidade do aluno ampliar sua bolsa a medida em que for cursando a faculdade e tendo méritos acadêmicos. 

Você pode entrar em contato com as universidades particulares da sua região para conhecer como se dá o processo de seleção de bolsistas e se existem vagas disponíveis para cada curso.

Faculdades filantrópicas

Faculdades e universidades filantrópicas são entidades educacionais sem fins lucrativos. Esses órgãos quase sempre recebem e se mantêm através benefícios monetários e incentivos fiscais. Como contraponto para a sociedade essas instituições deixam a disposição vagas para bolsas de estudo para diversos cursos disponíveis. As bolsas podem ser parciais ou integrais, a depender do caso de cada estudante e dos critérios de avaliação da faculdade.

Os processos seletivos de bolsistas variam de instituição para instituição, mas normalmente levam em consideração o desempenho escolar e a renda do candidato.

Através de fundações de educação

Fundações são entidades sem fins lucrativos que possuem programas para fomentar a educação de qualidade no país. Diferentemente das universidades filantrópicas, as fundações costumam organizar projetos e atividades para ampliar o acesso à educação de qualidade. O foco das fundações não é necessariamente no estudante de graduação. Essas instituições também possuem programas para professores e alunos de ensino fundamental, por exemplo.

Assim como as faculdades filantrópicas, as fundações possuem diversos projetos que incentivam alunos de baixa renda ou de alto desempenho acadêmico a continuarem seus estudos, seja através de programas da própria fundação ou através de bolsas de estudos para Universidades de ponta no Brasil e também no exterior. 

Fundação Estudar

A Fundação Estudar é uma instituição do terceiro setor, sem fins lucrativos, que incentiva a formação de jovens em grandes universidades do Brasil e do mundo. A fundação fornece, inclusive, bolsas e apoio integral para o estudante que foi selecionado A seleção de bolsistas da fundação pode ser bastante exigente e quem se aplica precisa passar por diversas etapas, que envolvem vários aspectos da vida escolar do aplicante.  

As bolsas são dadas por mérito, ou seja, quem se candidata precisa mostrar e comprovar excelência acadêmica em todo sua vida escolar.

Fundação Lemann

A Fundação Lemann também é uma entidade sem fins lucrativos que procura valorizar jovens com bom desempenho acadêmico e espírito de liderança. A instituição fornece bolsas totais e parciais para quem deseja estudar uma graduação, pós-graduação ou outros cursos. A fundação Lemann é conhecida pelos convênios com as maiores universidades do mundo, como Harvard, Oxford, Columbia, etc. A contrapartida exigida pela universidade é o bom desempenho do estudante durante o curso. Como contraponto o jovem também precisa ter participação em atividades da fundação, como a seleção de novos candidatos, a organização dos programas etc. Podem se candidatar jovens de até 35 anos.

E aí. Se interessou por alguma dessas bolsas? Vai tentar alguma mesmo depois de tentar o Prouni e o Fies, para aumentar suas chances? Conhece algum outro tipo de bolsa de estudo para faculdade? Conta pra gente nos comentários!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.