Saúde e Beleza

5 Fatos surpreendentes sobre diabetes infantil

5 Fatos surpreendentes sobre diabetes infantil

A diabetes é uma das doenças crônicas mais comuns em crianças após a asma, mas a percentagem de crianças que têm que ainda é relativamente baixo, felizmente. De qualquer forma, é importante ficar por dentro de alguns fatos surpreendentes sobre essa doença. Sendo assim, logo abaixo você encontrará estão cinco verdades importantes sobre esta doença grave.

Fato 1: A maioria das crianças que contrai diabetes não é gorda

O diabetes tipo 2, que geralmente é desencadeado pela obesidade, tem recebido muita atenção porque costumava atacar apenas adultos e agora está sendo diagnosticado em crianças a partir dos 6 anos.

Por mais alarmante que seja, um número maior de crianças recebe o tipo 1, uma doença auto-imune que está aumentando 4% por ano desde a década de 1970 – especialmente em crianças pequenas.

Fato 2: As crianças brancas estão em maior risco

Muitas pessoas já ouviram falar que o diabetes é uma ameaça maior para as minorias, mas cerca de 71% de todas as crianças que têm a doença são brancas, estimam pesquisadores na revista SEARCH for Diabetes in Youth Study.

Diabetes tipo 1, que é muito mais comum do que o tipo 2, ocorre em taxas mais altas em brancos, embora o tipo 2 ocorra mais frequentemente em minorias – incluindo afro-americanos e hispânicos – o risco geral de contrair diabetes é muito menor.

Fato 3: Diabetes não é causado por comer muito açúcar

Enquanto o diabetes tipo 2 é tipicamente relacionado ao excesso de peso, o açúcar não tem maior impacto sobre os níveis de glicose no sangue do que outros tipos de carboidratos, como arroz e batata. Os médicos estão preocupados com o açúcar, principalmente porque é encontrado em alimentos gordurosos, como biscoitos e sorvetes, que as crianças adoram.

As crianças que estão em alto risco de diabetes tipo 2 não comem simplesmente muito açúcar, elas comem muito de tudo. As crianças que já têm diabetes precisam limitar doces e carboidratos simples para manter o açúcar no sangue alinhado, mas mesmo uma criança com diabetes tipo 1 pode comer um brownie de vez em quando, desde que tome insulina extra para ajudar no processo corporal o açúcar.

mãe e filho com diabetes

Fato 4: Crianças com diabetes não necessitam necessariamente de insulina

Muitas crianças que têm diabetes tipo 2 podem controlar seus níveis de açúcar no sangue apenas comendo melhor, perdendo peso e se exercitando regularmente, o que pode ajudar a insulina a funcionar mais eficientemente. Se essas mudanças no estilo de vida não forem suficientes, elas também podem tomar medicamentos orais, como a metformina.

Fato 5: Mesmo se uma criança com diabetes se sente saudável, ela ainda está em risco de complicações graves

Manter os níveis de açúcar no sangue normais durante toda a vida é a chave para evitar uma variedade de problemas. Se não for corrigido, o diabetes pode levar a ataques cardíacos, cirrose do fígado, cegueira, amputação de membros afetados por má circulação e insuficiência renal que requer diálise vitalícia.

Felizmente, há tempo para evitar essas condições terríveis, enquanto as crianças ainda são jovens: leva cerca de cinco a dez anos para o açúcar no sangue mal controlado para produzir quaisquer complicações graves, de acordo com especialistas. Por isso é importante estar atento o quanto antes com as crianças.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.