3 segmentos em que aplicações da computação em nuvem é essencial

Você sabe quais são os tipos de aplicações da computação em nuvem que são essenciais para seu negócio? Em um mercado competitivo, contar com diferenciais pode ser essencial para que sua empresa continue viva. Neste artigo, você entenderá o que é isso, quais são os principais benefícios e as aplicações mais conhecidas.

Quer mudar os rumos do seu negócio? Veja agora como isso é possível!

computação em núvem

O que é computação em nuvem?

A computação em nuvem é a tecnologia que fornece serviços de computação, como:

  • armazenamento de arquivos;
  • banco de dados;
  • rede de internet;
  • softwares;
  • análises de dados.

Como cada uma dessas aplicações é realizada totalmente pela Internet, é dito que as informações estão na nuvem. Geralmente, as empresas que fornecem esses serviços são chamadas de provedoras de nuvem e cobram pelos serviços a partir do uso efetuado. Ou seja, você será cobrado pelo que usa, no mesmo modelo da sua conta de água ou luz.

Quais são os benefícios?

Como as empresas estão inseridas em um cenário de grande competitividade e de grandes mudanças, a otimização dos processos levará seu negócio a estar mais alinhado com as necessidades do mercado. Dessa maneira, você melhora a forma com que as operações da sua empresa são realizadas, aumentando os índices de produtividade.

Os custos de uma empresa com a cloud computing podem ser reduzidos a partir da escalabilidade dos sistemas e a elasticidade de TI. Nesse caso, você poderá aumentar ou reduzir os recursos utilizados de acordo com a demanda. Ou seja, o gasto passará a ser mais inteligente, e você pagará apenas por aquilo que utiliza e poderá se preocupar apenas com as demandas do seu setor.

Outros benefícios são:

Rapidez na implementação

A flexibilidade gerada pelas aplicações da computação em nuvem aumenta a facilidade na implementação de soluções. Através dela, é possível implementar novas estratégias, políticas de uso, ferramentas e processos. Além disso, o acesso é fácil e imediato para todos os funcionários que tiverem permissão. Com essa velocidade, sua empresa estará pronta para acompanhar os movimentos do mercado.

Ferramentas de análise de e controle

Os consultores e técnicos de serviços em cloud computing, normalmente, oferecem ferramentas automatizadas para controlar as informações utilizadas pelos colaboradores. Dessa forma, é possível analisar cada dado e permitir que os processos sejam melhorados com facilidade.

Segurança dos dados

Um negócio sem segurança de dados adequada pode estar com os dias contados. Quando uma empresa está vulnerável aos mais variados ataques, coloca em risco diversas informações importantes. Além disso, possíveis interrupções dos sistemas por invasões podem causar grandes prejuízos à produção e eficiência em seu negócio.

Por isso, você deve considerar a segurança em seu planejamento. Assim, você mantém seus sistemas protegidos. Muitos dos melhores fornecedores de soluções atuam na nuvem e contam com profissionais dedicados para cuidar da segurança dos seus arquivos.

Inicialmente, isso pode parecer estranho. Entretanto, pense que atribuir a responsabilidade para uma empresa que lida exclusivamente com segurança pode ser melhor do que atribuí-la a uma equipe que possui diversas outras atividades para serem realizadas ao mesmo tempo.

Quais são os modelos disponíveis no mercado?

Existem vários modelos de computação em nuvem e a escolha deve ser feita de acordo com o que mais se encaixa no perfil e demandas de sua empresa. Veja, agora, quais são os mais utilizados no momento:

1. IaaS

Nesse modelo, a empresa contrata a capacidade de infraestrutura de memória, processamento, armazenamento etc. Dependendo do fornecedor, seu negócio será tarifado pelo número de servidores usados, bem como a quantidade de dados em tráfego e armazenados. Normalmente, é fornecido por servidores virtuais e você paga apenas pelo uso.

Uma das grandes vantagens é a escalabilidade. É recomendado para pequenas e médias empresas que estão em crescimento, uma vez que a capacidade de infraestrutura será constantemente aumentada. Outra boa aplicação são os e-commerces, que possuem demandas voláteis.

Exemplos

Alguns exemplos de soluções desse tipo são ofertadas pela Amazon AWS e pela Microsoft Azure. Elas são interessantes para os negócios que desejam diminuir os riscos e as preocupações com infraestrutura. Além de oferecer servidores com sistema Linux, Windows e outros sistemas operacionais, é possível criar tudo do zero ou fazer uma extensão para a computação em nuvem. Dessa maneira, parte dos seus recursos será disponibilizada na nuvem, incluindo backup e as aplicações internas e externas (hospedadas em Apache, IIS etc.).

2. PaaS

No caso do Pass, você terá, além da infraestrutura de TI, uma plataforma para criar, fazer a hospedagem e gerenciar seu aplicativo. Ou seja, você contratará um ambiente completo de desenvolvimento. Dessa forma, o time de desenvolvimento terá toda uma infraestrutura moderna ao seu dispor, sem precisar fazer altos investimentos.

A grande vantagem para seu negócio é focar apenas na programação, uma vez que o fornecedor ficará com o gerenciamento, atualização e manutenção da infraestrutura. O PaaS é ideal quando seu software não necessita de hardware e aplicativos específicos, bem como caso haja a necessidade de uma infraestrutura complexa.

Exemplos

Voltada para um público mais especializado, alguns exemplos desse modelo intermediário (entre o IaaS e o SaaS) são: Azure, Drupal, Salesforce 1 Platform, Saquarespace, LongJump e Wolf.

3. SaaS

Com esse modelo, é possível ter acesso a um software sem comprar a licença, utilizando-o a partir da computação em nuvem. Existem, em alguns casos, planos de pagamento em que são cobrados valores fixos ou a partir da quantidade de utilizações. Diversos CRMs trabalham nessa modalidade. Dessa forma, os contatos, dados e demais informações importantes podem ser acessadas a partir de qualquer lugar e dispositivo, aumentando a mobilidade da equipe.

Esse modelo é recomendado para pequenas empresas, que no momento não precisam investir na compra de licenças, além de trabalhos rápidos e negócios que precisam acessar remotamente suas atividades.

Exemplos

Diversos aplicativos funcionam dessa maneira, como redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram etc.), serviços de e-mail e funcionalidades como o Office 365, Netflix, Ebanx e o Google Docs. Nesses casos, tudo está disponível na nuvem e os usuários conseguem acessar o serviço a partir de um navegador ou software específico (como no caso do Skype ou Uber).

Conforme vimos neste post, aplicações da computação em nuvem podem oferecer mais competitividade para sua empresa no mercado. A partir delas, você tem acesso aos melhores serviços que possibilitam a otimização das tarefas empresariais. Assim, seu negócio terá mais diferenciais competitivos. Por isso, é importante que você contrate o fornecedor de serviços de cloud computing que apresente as melhores soluções para sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *