Você sabe qual a durabilidade de um sistema hidráulico?

Assim como qualquer elemento que compõe uma edificação, a parte hidráulica dos edifícios tem prazo de validade e isso acaba exigindo periódicas manutenções – principalmente em prédios antigos – para evitar maiores danos.

Entre os problemas mais corriqueiros estão: vazamentos, sinais de umidade e até mesmo a baixa pressão da água, porque tubos de ferro costumam apresentar oxidação de suas superfícies internas e deposição de material hidráulico.

sistema hidraulico

A vida útil de uma instalação hidráulica varia muito em função da qualidade do material utilizado e da mão-de-obra.

No entanto, mesmo a tubulação em ferro galvanizado dificilmente dura mais do que 25 ou 30 anos.

Então é imprescindível que seja realizada uma verificação frequentemente para identificar se as descargas e torneiras estão em bom estado.

O que pode acelerar a degradação dos tubos

Além disso, um aspecto que acelera gradativamente a degradação dos tubos de aço carbono galvanizado e conexões de ferro da parte hidráulica é o chamado “par galvânico”.

Quando estes componentes são alocados em contato direto com outro tubo de metal de origem eletroquímica muito diversa quando em presença de água (o cobre é um exemplo), é criada uma fraca corrente elétrica na região de contato desses metais diferentes.

Esse processo origina reações químicas de degradação do metal causando corrosão prematura e acelerada na tubulação.

A escolha do material hidráulico

Por fim, é importante levar em consideração que um edifício não requer um mesmo tipo de material para todas as tubulações hidráulicas e sanitárias do local.

A escolha do material hidráulico, além da expectativa de vida útil, deve levar em conta a finalidade e funcionalidade da tubulação.

Também precisa ficar atento à natureza do sistema hidráulico, a pressão e temperatura do líquido escoado (seja ele água quente ou esgoto), o melhor tipo de junta (rosca, solda ou anel de borracha).

Além das tubulações que apresentarem condições de exposição satisfatórias (tubo aparente ou embutido) para o sistema em questão, entre outros fatores.

Por fim, peça uma revisão do sistema hidráulico

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a vida útil do sistema hidráulico, não deixe de fazer a revisão no seu apartamento ou edifício de trabalho.

Fale com a equipe responsável, para que eles contratem um profissional de confiança e verifiquem todas as tubulações do edifício.

Assim, você vai prevenir gastos futuros com manutenção e até mesmo de danificar o prédio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *